iStock-1138765864-1024x427

Cada vez mais exigente, o mercado de trabalho procura sempre profissionais mais capacitados e com qualificações que possam suprir as necessidades da empresa. Para isso, é preciso estar preparado tecnicamente e com uma formação atualizada. Esse é o papel do curso técnico: oferecer todas as ferramentas para atender com louvor o que o mercado pede.

Pensando em atualizar seu currículo ou obter uma formação rápida? Continue neste post e conheça 5 motivos para fazer um curso técnico e vamos mostrar a importância de fazer um curso técnico e te ajudar a investir sem receio.

Afinal, o que é um curso técnico?
Reconhecidos e valorizados no mercado de trabalho, os cursos técnicos surgiram com a proposta de ser uma formação de curta duração que garante ensino profissionalizante e rápida absorção pelo mercado de trabalho, por acompanhar sua urgência e necessidade de constante atualização de conhecimentos no setor.

Para ingressar no Ensino Técnico, é preciso apenas ter o certificado de conclusão do Ensino Médio. Com isso, muitas pessoas optam por focar primeiro em entrar no mercado de trabalho a partir do Ensino Técnico.

Se você está se perguntando por que fazer um curso técnico, separamos 5 informações que vão te ajudar a decidir por essa formação. São elas:

1 – Tempo de duração

Se você pretende obter uma formação de qualidade, mas não pode esperar uma graduação de 4 anos, essa modalidade de ensino é a ideal para você. Conhecido por ofertar cursos com menor duração – até dois anos -, esse modelo de ensino proporciona uma imersão na prática da sua futura profissão, com metade do tempo que você passaria para obter o certificado do bacharelado.

Assim, é a melhor indicação para quem busca rápida colocação no mercado de trabalho ou até para quem pretende uma recolocação ou impulsionamento na sua área.

2- Investimento mais acessível

Mesmo sendo um curso técnico, com laboratórios e salas preparadas para o desenvolvimento de atividades práticas, o técnico é o investimento mais acessível para quem quer uma formação, mas não pode investir em um bacharelado. Colocando na ponta da caneta, o curso técnico é o ideal para quem busca alta qualidade e menos tempo de duração.

Com uma carga horária menor, ainda é possível conciliar o Ensino Técnico com o trabalho; assim, para buscar sua recolocação ou a entrada em um setor melhor, não é preciso abrir mão do trabalho que garante seu sustento.

3- Formação voltada para atividades práticas

Na grade curricular de uma graduação, os primeiros anos sempre são voltados para questões teóricas e pouco práticas acerca da profissão, dando ênfase no histórico daquela área e de como foi seu desenvolvimento e evolução. Em um Ensino Técnico, como a própria nomenclatura sugere, o foco está em cursos mais objetivos e práticos.

Com um tempo menor de duração, os instrutores têm como objetivo oferecer aulas e conteúdos que vão preparar o estudante para os mais diversos cenários e atividades a serem desempenhadas naquela área. Assim, a capacitação é voltada para que saia de lá um profissional preparado e pronto para atuar no seu setor.

4- Formação reconhecida pelo MEC

Ressaltando seu compromisso e seriedade nos conteúdos ofertados, o curso técnico deve ser reconhecido pelo Ministério da Educação como uma instituição que segue sua regulamentação para ser reconhecido como válido para muitas empresas. A análise feita pelo MEC o considera válido de acordo com normas pré-estabelecidas, como carga horária e até as matérias presentes na grade curricular.

Ao optar por um curso com esse reconhecimento da maior instituição regente da Educação, o estudante tem a certeza e a tranquilidade de estar conseguindo sua formação em uma instituição séria, compromissada com o ensino e reconhecida em todo o território nacional.

5- Rápido ingresso no mercado de trabalho

Por último, mas não menos importante, o motivo pelo qual o curso técnico é procurado por diversos estudantes é a garantia de uma rápida entrada no mercado de trabalho. Com sua formação prática, muitas instituições preferem preencher sua grade de funcionários com profissionais aptos a desenvolverem as atividades propostas.

Pela confiança na formação técnica, várias empresas possuem parcerias com os próprios cursos para sempre contratarem os estudantes. Alguns cursos oferecem uma Agência de Encaminhamento, onde 75% do corpo estudantil já sai do curso com uma vaga de emprego em vista.

Além disso, muitas empresas exigem a formação técnica de seus próprios funcionários para poder oferecer uma melhor colocação dentro da própria empresa.

Posts relacionados