Trabalho artesanal da construção civil garante demanda por técnicos em edificações

 

O mercado da construção civil na região de Assis está em franca expansão exatamente como acontece em todo o país isso se deve principalmente ao fato da implantação de grandes obras de infraestrutura e o incentivo governamental para construção, compra e reforma de casas que contam com recursos do BNDES, Caixa e Banco do Brasil facilitando o acesso a moradia.

 

Um grande propulsor deste movimento do mercado é o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) que promoveu a retomada do planejamento e execução de grandes obras de infraestrutura social, urbana, logística e energética do país, contribuindo para o seu desenvolvimento acelerado e sustentável.

 

Focar o crescimento do país em questões de infraestrutura é uma maneira de garantir que o maior número de pessoas esteja empregado, pois a construção civil é feita de maneira artesanal, dependendo quase que exclusivamente do trabalho braçal.

 

Neste panorama o curso técnico em edificações é certamente um caminho para entrar no mercado de trabalho. De acordo com carlos dantas, gerente da construtora duaço, o técnico em edificações ajuda a melhorar a qualidade da obra e também de seus profissionais, ele se torna muitas vezes, em uma grande empresa, o gerente da obra.

 

Entretanto essa função não supre a necessidade das construtoras, pois se mantém um técnico para cada 40 funcionários da linha de frente como serventes, pedreiros, carpinteiros e serralheiros. Com a expansão da Construção Civil, faz-se necessária mão de obra qualificada para execução do ofício em Edificações.

 

CARLOS DANTAS
Gerente da Construtora Duaço.